7.007

Le Procès Goldman

Cédric Kahn, recorda o controverso caso de Pierre Goldman, o ativista de extrema-esquerda acusado de assassinar dois farmacêuticos no Boulevard Richard Lenoir, em Paris, em 1969. Sete anos e um primeiro julgamento que o condenou a prisão perpétua, Cédric Kahn abriu a sala de audiências para o segundo julgamento de Pierre Goldman, que tinha sido remetido para o tribunal de Amiens por razões processuais. Simone Signoret e Régis Debray vieram dar o seu apoio influente a um homem que consideravam injustamente acusado, mas que, apoiado por uma grande parte da intelectualidade de esquerda, proclamava efetivamente a sua inocência.
Compartilhado:
 
 
 
 

Comente

Nunca compartilharemos seu e-mail com ninguém.